FANDOM


Outras versões
ALERTA DE SPOILER: Detalhes do enredo a seguir. Aconselhamos atenção!
Quando os tempos ficam escuros, as regras são o que nos liga à nossa humanidade.

–Luke para um desleal bando de lobisomens, Awake, Arise, or be Forever Fallen

Luke Garroway, nascido Lucian Graymark, é um detetive da NYPD, um ex-Caçador de Sombras e atual lobisomem, e o líder da Matilha de Nova York. Ele é uma figura paterna para Clary Fairchild, a filha de sua velha amiga e paixão Jocelyn Fray com seu ex-parabatai Valentim Morgenstern, e do amigo dela e novo submundano, Simon Lewis.

Biografia

Vida Pregressa

Luke foi um dia um forte e poderoso Caçador de Sombras que vivia em Idris. Ele era um membro do Ciclo, leal a sua melhor amiga Jocelyn, e seu parabatai, Valentim Morgenstern.

TMI108 Young Joceluke 01

Luke com Jocelyn na noite em que ele foi Transformado.

Quando as ideias de Valentim tornara-se mais radicais, Luke e Jocelyn tentaram desesperadamente e secretamente diversas maneiras de trazê-lo de volta. Durante este tempo, quando Valentim se afastou de ambos, ele e Jocelyn tornaram-se muito mais próximos e se apaixonaram, mas o par nunca demonstrou seus sentimentos por causa de seu amor por Valentim. No entanto, Valentim passou a suspeitar dos dois e acreditava que eles estavam tendo um caso. Valentim vingativamente levou Luke com ele em uma missão falsa, onde ele prendeu Luke em um edifício cheio de lobisomens que mais tarde transformaram ele.[2] Um Luke muito ferido, cujos ferimentos recebidos dos lobos asseguravam que ele se transformaria, foi até Jocelyn. Luke tentou se matar enquanto Jocelyn cuidava de suas feridas, mas ela o convenceu a viver, lutar e aprender a um dia aceitar seu novo destino.[3]

Depois que ele se Transformou, ele foi deserdado por sua família.[4] Luke ficou seis meses em uma fazenda, onde ele se encontrou curando-se emocionalmente.[5] Ele também recebeu ajuda da Praetor Lupus.[6]

Após o Ciclo ser palco da Ascensão, roubando o Cálice Mortal depois da batalha que matou vários Caçadores de Sombras e Submundanos, Luke confrontou Valentim, que o chamou de abominação e lhe disse que ele deveria ter se matado em vez de permitir que a transformação ocorresse. Pouco antes de Valentim conseguir matar Luke, Jocelyn chega e o salva, permitindo que ele fuja. Luke não viu Jocelyn por um tempo depois disso o que fez com que ele acreditasse que Valentim tivesse matado ela.[2]

Depois de se reunir com Jocelyn em Nova York, tornou-se membro honorário da família Fray, agindo como um pai para a jovem filha de Jocelyn, Clary, e seu melhor amigo Simon.

Caçada pelo Cálice

Em 2016, Luke e seu parceiro Alaric começaram a investigar uma série de assassinatos demoníacos, que eles sabiam que de alguma forma estavam ligados ao Mundo das Sombras. Ele e Alaric tentaram encobrir o caso para evitar que os mundanos, especialmente sua chefe Capitã Vargas, percebessem sua natureza sobrenatural.

Quando os membros restantes do Ciclo vieram para Nova York e encontraram Jocelyn, Luke era a sua próxima parada. Luke insistiu que ele não sabia onde o Cálice Mortal estava, e, em um esforço para se livrar deles, bem como para dissuadi-los de procurar Clary, disse-lhes que ele não se importava com elas e que só estava por perto para obter o Cálice para os lobisomens. Sem que ele soubesse, Clary estava na estação e ouvia tudo.[7]

Chegando ao apartamento dos Frays no dia seguinte, ele encontrou sua loja e sua casa saqueada, e o quarto de Clary queimado. Ele pegou as coisas de Clary e Jocelyn para protegê-las e guardar as coisas na estação. Enquanto isso, Luke estava sob pressão da Matilha para encontrar Clary e o Cálice. Ao mesmo tempo, seus superiores no recinto tinham-no sob o vigia porque os membros do Ciclo que o interrogaram apareceram mortos, e eles achavam que os interrogados eram testemunhas que Luke trouxe para entrevistar; Enquanto Luke matou um enquanto tentava descobrir os planos de Valentim, o outro foi de fato morto pelo Caçador de Sombras Jace Wayland.[8]

Ele perdeu o contato com Clary, que ainda acreditava que Luke não se importava com eles. Quando Luke não pôde contatar seu parceiro, Alaric Rodriguez, ele suspeitou que a Matilha tinha começado a perseguir Clary e rastreou seu carro. Ele encontrou Clary aprisionada em um contêiner de carga no cais. Clary tentou afastá-lo, mas Luke era muito forte e rápido para ela e ele a levou. Os outros membros do matilha, sob a liderança de Theo, bloquearam seu caminho. Para proteger permanentemente Clary, Luke lutou contra Theo, desafiando oficialmente sua liderança. Ele matou Theo, fazendo dele o novo alfa da matilha, mas a batalha o deixou gravemente ferido depois que ele foi mordido por Theo — a mordida de alfa é venenosa e tinha efeitos fatais.[9]

TMI106promo HealingLuke03

Clary e os outros o levaram para o Alto Feiticeiro do Brooklyn, Magnus Bane, quando Luke ficou acamado devido aos efeitos negativos da mordida, alternando entre ficar inconsciente e gritar de dor. O feiticeiro o ajudou a se recuperar com suas poções e magia até que finalmente acordou. Luke finalmente contou a Clary sobre seu passado com Jocelyn e Valentim. Depois de finalmente revelar que ela tinha um irmão que morreu em um incêndio, parte da memória de Clary foi desbloqueada e ela percebeu que o Cálice foi provavelmente escondido na Carta de Tarô Ás de Copas que fazia parte do baralho que Jocelyn desenhou para Dot.[2]

TMI107promo Precinct07

Com a carta entre as coisas que Luke levou da casa dos Fray e escondeu em sua mesa na delegacia, as coisas se complicam com a chegada de Ned Fisk, um agente enviado para investigar a conexão de Luke com os assassinatos demoníacos e as mortes das "testemunhas". Luke não conseguiu recuperar a carta, então Clary e Jace entraram para roubar a carta da sala de provas. Mais tarde, sua chefe e amiga Susanna Vargas foi morta na delegacia. Enquanto ele foi suspeito por um tempo, ele foi deixado de lado já que tinha um álibi sólido durante a época da morte de Vargas.[10]

Salvando Jocelyn

Quando o melhor amigo de Clary, e bom amigo de Luke, Simon Lewis foi transformado em um vampiro, Luke deu-lhe algumas dicas para ajudá-lo a se ajustar a sua nova vida, ao mesmo tempo, assegurando Clary — que decidiu fazer Simon se transformar completamente em vez de deixá-lo morrer — que isso não significaria o fim da vida de Simon.

Com Luke agora sendo o líder da matilha, ele tinha recursos adicionais devido ao seu controle sobre os lobisomens em Nova York. Ele concordou em ajudar os Nephilim em seu plano de deixar Meliorn escapar da custódia da Clave, embora o plano envolvesse vampiros, que não se dão bem com os outros, especialmente lobisomens. No final, eles ainda conseguiram trabalhar juntos e distrair os Caçadores de Sombra tempo o suficiente para libertar Meliorn.[11]

TMI113 Waking Jocelyn 01

Enquanto isso, Simon ajudou a tirar a policia de seu encalço. Enquanto Luke e os outros sabiam que os "assassinatos demoníacos" tinham sido feitos por Valentim, os mundanos ainda não sabiam, e Luke tornou-se um suspeito principal devido às suspeitas de Fisk. Para fechar o caso, Luke mandou Simon fingir ser um serial killer. Eles sequestraram Fisk, e Luke atirou em Simon. Por Simon ser um morto-vivo e, embora ainda vivo, não tivesse nenhum pulso, o caso foi fechado com a opinião de que o assassino estava morto.[12]

Enquanto isso, com o carta escondida no Instituto, seu objetivo mudou, principalmente para salvar Jocelyn de Valentim. Valentim, sob a forma de Michael Wayland, enganou Jace, Clary e Luke para ir a Renwick, onde encontraram Jocelyn, mas foram confrontados por Valentim, que haviam mudado de forma de volta para a forma de Michael. Valentim tentou levar o Cálice, mas Clary o enganou dando-lhe uma falsificação. Embora Valentim pode escapar, o corpo de Jocelyn foi deixado para trás, permitindo que o grupo a levasse de volta ao Instituto.[13]

Foi pouco antes que o grupo obtivesse a cura: um feitiço do Livro Branco que, depois do livro ter sido recuperado, Magnus Bane realizou para eles. Jocelyn foi despertada, e Luke se reuniu com ela finalmente.[14]

Grande Perda

Depois que Valentim levou Jace, Victor Aldertree chegou e tomou o controle do Instituto de Lydia Branwell. Um de seus primeiros atos foi proibir Submundanos no Instituto, incluindo Luke, apesar de sua lealdade e status como um antigo Caçador de Sombras. Apesar disso, ele, Jocelyn e Clary permaneceram em contato. Luke também levou Simon, que até então estava hospedado no Instituto. Ele deixou que ele ficasse no Jade Wolf, embora os lobos residentes se recusarem a ficar perto do vampiro, e expulsaram o menino do local para dentro de onde eles guardavam barcos.[15]

TMI204promo Lucelyn03

Quando Jocelyn foi transferida para Idris, a decisão de se juntar a ela era simples para Luke, apesar das amargas experiências de sua terra natal. O plano não se concretizou, no entanto, devido à morte prematura de Jocelyn nas mãos de um demônio despachado por Valentim.[16] Luke não conseguiu assistir a seu funeral por causa da proibição permanente da Aldertree sobre Submundanos no Instituto.[17]

O sofrimento da perda de Jocelyn tornou-se tão esmagador para Luke que ele perdeu o controle de sua licantropia. Luke mudou contra sua própria vontade e foi incapaz de controlar suas ações enquanto estava em sua forma de lobo. Enquanto sua matilha, que tinha começado a duvidar das lealdades e das prioridades de Luke devido à sua ausência e constante preocupação com Clary e Jocelyn, desistiu de procurá-lo, Simon e Maia continuaram preocupados e partiram para rastreá-lo. Eles o encontraram no bosque onde ele costumava acampar com Clary e Simon quando eram jovens, e Simon conseguiu conversar com ele e acalmar suas emoções o suficiente para fazê-lo recuperar o controle e mudar de volta.[4]

Protegendo Clary

De jeito nenhum. Eu não pude salvar sua mãe, mas serei amaldiçoado se eu colocar você em risco.

–Luke para Clary, How Are Thou Fallen

Luke foi rapidamente informado por Clary sobre os acontecimentos recentes, particularmente sobre conhecer sua irmã Cleophas na Citadela e descobrir sua capacidade de fazer runas. Ela foi até ele preocupada depois de receber a notícia de que Cleo desapareceu depois que elas se conheceram e suspeitou que Valentim poderia tê-la levado; Luke, no entanto, duvidava de sua irmã e achava que ela poderia estar trabalhando com Valentim. Clary o convenceu a não pensar no pior da sua família, e Luke decidiu dar uma chance a ela. Ele procurou por Cleo com seus recursos da NYPD com Alaric, apenas para Cleo aparecer no Jade Wolf ferida e sangrando pesadamente. Luke apontou que ele sabia que o Submudano era o último lugar que ela iria pedir ajuda, trazendo à tona o modo que ela o tratou depois que ele se transformou anos antes.

Cleo alegou que ela havia sido sequestrada e aprisionada por Valentim, mas conseguiu escapar, e Luke permaneceu desconfiado dela, apesar dos pedidos de Clary. Cleo sugeriu ir diretamente para o esconderijo de Valentim, e Luke se opôs abertamente a isso. Clary pediu para falar com ele em particular, onde ela disse a ele que ela sabia que Cleo estava mentindo, tendo reconhecido o jeito que ela a chamava de Clarissa, que era como Valentim a chamava. Clary ainda sugeriu que eles fingissem acreditar em suas mentiras, e quando Luke ainda se recusou e insistiu em entregar Cleo à Clave, Clary lhe deu um tapa e escapou com Cleo. Ele foi até o Hunter's Moon e encontrou Jace, que o ajudou a rastrear Clary. Eles as interceptaram antes de chegarem ao farol onde Valentim estava, e Clary protegeu Cleo, que agora queria ajudá-las a salvar um anjo que Valentim estava aprisionando. No farol, Luke enfrentou Valentim, que escapou mantendo Cleophas como refém.[18]

Quando a notícia do efeito da Espada da Alma nos Submundanos se espalhou, Maia tomou para si a responsabilidade para tentar matar Clary, sabendo que seu sangue angelical poderia ativar a espada e dizimar sua espécie. Luke não permitiria que ela ou o resto de sua matilha a machucassem, criando outra fenda entre ele e seus seguidores.[19] Em vez disso, Luke concentrou-se em ajudar os Caçadores de Sombras a recuperar a espada de Valentim como forma de impedir a queda deles.

De uma visão dada a Clary e Jace por um anjo, eles acreditavam que Jace com seu sangue demoníaco poderia destruir a espada, e então ele ajudou Jace a chegar ao Instituto para tentar fazê-lo. Percebendo que eles poderiam ser severamente superados em número, recrutou a ajuda de fadas e vampiros para invadir o Instituto e matar Valentim. Enquanto Jace entrou no Instituto à frente deles, ele e os outros Submundanos esperaram por seu sinal. Sem o conhecimento deles naquela época, Jace na verdade tinha sangue de anjo e acidentalmente ativou a espada – o oposto do resultado desejado. Luke, Maia e Meliorn foram deixados para trás para enfrentar um membro do Ciclo que os atacou e não fazia parte do grupo que imediatamente invadiu o Instituto – o grupo que morreu depois que Valentim usou a espada ativada neles.[20]

As mortes de mais da metade de sua matilha provocaram distúrbios entre os membros restantes. Russell, em particular, começou a desafiar a liderança de Luke e causou uma espécie de motim, encorajando os outros a transformarem mundanos para reforçar seus números da matilha. Luke recusou o desafio de Russell para a liderança da matilha, levando finalmente Russell e um grande número de membros da matilha restantes a sair e formar sua própria matilha. Enquanto isso, Luke continuou a pressionar a destruição da Clave ou a morte de Valentim como forma de provar que os Caçadores de Sombras se preocupam o suficiente com o Submundo para impedir que algo parecido com o massacre mais recente ocorra novamente.[21]

Lado Vencedor

Com a morte de seu parceiro Alaric no cerco do Instituto, Luke recebeu um novo parceiro, a novata Ollie. Sem seu conhecimento, Ollie estava o seguindo secretamente e observava cada movimento dele.[21][22][23]

TMI213promo Imogen & Luke 01

Após o massacre de Submundanos por causa da Espada da Alma e a subsequente captura de Valentim, Luke fez campanha pela destruição da Espada. Quando um Caçador de Sombras foi encontrado morto, com ferimentos causados por um lobisomem e com suas runas removidas. A Inquisidora Herondale, que estava no comando do Instituto na época, suspeitou que ele estava envolvido e fez com que Jace e Alec o trouxesse ao Instituto para interrogatório. Imogen acusou-o de matar o Caçador de Sombras como vingança pela Clave recusando suas exigências de destruir a Espada. Luke desafiou Imogen e se ofereceu para um teste de DNA para ser comparado com o que eles conseguiram da vítima e até mesmo afirmou que se o assassino fosse um membro de sua matilha, ele o mataria ele mesmo.

Quando mais corpos de Caçadores de Sombras apareceram com ferimentos infligidos por vários grupos de Submundanos, eles suspeitaram que os Submundanos estavam conspirando contra eles. Imogen instruiu os Caçadores de Sombras a implantar chips GPS em todos os Submundanos para que seus movimentos pudessem ser monitorados, uma noção condenada por Maia e os lobisomens presentes quando Jace os informou, resultando em uma briga. Quando Luke chegou e tentou impedi-los, ele foi retido por seus lobisomens. Quando ele se libertou, Maia já tinha sido plantada com o chip, involuntariamente pelo Caçador de Sombras que estava com Jace. Luke ligou para Jace, dizendo que suas medidas eram exatamente o que poderia iniciar uma revolta ou a guerra que eles estavam tentando evitar.[24]

Luke não concordou imediatamente em participar da reunião do Gabinete encabeçada por Alec, como o recém-nomeado chefe do Instituto, que esperava melhorar as relações do Mundo das Sombras à luz dos recentes acontecimentos. Alec reconheceu a importância de sua presença na reunião, sendo o mais respeitado líder de matilha em Nova York. Luke sentiu que a reunião era um gesto vazio e disse que só acreditaria que Alec queria a mesma mudança de que precisavam se destruíssem a Espada da Alma; Alec apontou que a Clave nunca permitiria isso. Luke entendeu isso, mas depois levantou sua próxima demanda: que Valentim fosse executado. Alec prometeu pressionar por sua execução e novamente pediu-lhe para ele participar da reunião.

Luke recebeu uma mensagem de fogo com uma mensagem que o levou a um telefone descartável deixado na lata de lixo do lado de fora do Jade's Wolf. Ele atendeu o telefone, e a pessoa – cuja voz estava sendo disfarçada por um modulador de voz – informou-o de que, se ele quisesse Valentim morto, ele poderia entrar e sair da cela mais tarde naquela noite após a reunião. O interlocutor anônimo disse-lhe que ele estava passando a oportunidade porque ele era mais capaz de matá-lo, sendo o antigo parabatai de Valentim. A ligação foi interrompida quando sua parceira Ollie, ainda bisbilhotando ao redor dele, chegou, embora Luke a tenha abandonado para ir ao Instituto.

TMI214 Downworld Cabinet 02

Luke sai da reunião e se prepara para ligar para o benfeitor.

Diplomacia não nos leva a lugar nenhum. Nada mudou em 20 anos.

–Luke na reunião, The Fair Folk

Ao chegar ao Instituto, Luke foi recebido por Alec, depois por Maryse Lightwood, que simpatizou com ele pela morte de Jocelyn. Na reunião, Luke mais uma vez trouxe o apelo pela morte de Valentim. Quando Alec não pôde dar uma resposta satisfatória aos seus pedidos, Luke se desculpou e usou o telefone para contatar o interlocutor. O interlocutor deu suas instruções e Luke deu as suas próprias – jeito de se proteger para não ser pego. Em poucos minutos, Luke foi até o escritório de Alec para pegar uma adaga e o código para a cela de Valentim, Maryse chegou e agradeceu-lhe por lidar com "isso" – Luke pensou momentaneamente que ela estava se referindo à missão de matar, antes dela dizer que o estava agradecendo por ter participado da reunião de Alec. Quando Maryse tentou pedir desculpas a ele por se voltar contra ele no passado, Luke, que estava com pressa, partiu sem ser capaz de dar uma resposta adequada.

Luke entrou em uma briga com Valentim, mas ele foi traído por seu interlocutor, que pretendia usar o truque para pedir a Alec que movesse Valentim. Antes que Luke pudesse matá-lo, Alec e Sebastian chegaram e o pararam. Luke foi algemado e mantido em outra cela onde Alec o interrogou, mas nenhum deles foi capaz de identificar o interlocutor misterioso. Apesar de concordar que ele merecia ser preso por sua imprudência, Alec libertou-o, observando que mandá-lo para a prisão teria o efeito oposto do que ele estava procurando.[22]

Quando uma mundano apareceu morta e tinha as impressões digitais de Simon sobre ela, ele ligou e disse a Clary. Juntos, eles procuraram por ele, sabendo que ele não pode ser colocado na prisão como um vampiro e precisava chegar até ele antes que um policial mundano o fizesse – exatamente como sua parceiro Ollie acabara de fazer. Luke e Clary rastrearam Simon até um covil de sangradores e descobriram com Raphael que não havia sido Simon, mas Daniel Quinn, que realmente havia matado a mundana. Mais tarde, Luke ligou para Ollie e Raphael a encantou para esquecer Simon.

Após a fuga de Valentim da custódia da Clave,[25] Luke, junto com os outros participantes do Gabinete do Submundo, começou a participar de reuniões isoladas com a Rainha Seelie.[26][27] Algum tempo depois de sua última reunião, Luke recebeu uma mensagem de fogo de Cleo, que ainda estava sendo mantida em cativeiro pelo Ciclo e agora estava com Valentim, dizendo-lhe que Valentim tinha a Espada da Alma. Luke imediatamente foi até a casa de Magnus para lhe dizer que a Clave, incluindo Alec, estava mentindo para eles. Depois que Magnus confrontou Alec, Luke tentou o acalmar, que estava muito bravo e magoado por ter sido enganado por Alec.

TMI218promo Magnus & Luke Queen audience 01
Magnus, nós viemos aqui para parar Valentim, não fazer novos inimigos, quebrando os Acordos.

–Luke sobre como negociar um acordo com a Rainha, Awake, Arise, or be Forever Fallen

Com sua súbita desconfiança em relação à Clave como um todo, Magnus pediu a Luke que seguisse sua liderança e aliasse os lobisomens com a Rainha, mas Luke apontou que a Rainha era tão indigna de confiança, embora reconhecesse que eles precisavam da ajuda da Rainha contra Valentim. Magnus organizou outra reunião com a Rainha,[27] que lhes deu um ultimato para decidir se estavam ou não prontos para se aliarem completamente a ela, cujos termos envolviam unir o Submundo fora das regras da Clave, assim potencialmente quebrando sua conformidade com os Acordos.

Somando-se a seus problemas, estavam as palhaçadas de Russell, que haviam começado a transformar mundanos como parte de seu movimento para aumentar sua contagem de lobisomens. Quando Maia e Simon conseguiram salvar um, ele deixou-o aos cuidados de Maia enquanto ele confrontava Russell. Ele finalmente aceitou o desafio de Russell de uma batalha até a morte pela liderança da matilha, e embora Luke o espancou, ele não o matou. Luke recuperou o respeito dos outros membros da matilha, e recuperou o controle da mesma, proclamando então e ali para os lobisomens reapresentando sua lealdade a ele de que eles não deviam mais se conformar aos velhos modos; que ele estabelecerá novas regras mais humanas. Ele então deu as boas-vindas a todos – velhos e novos lobisomens – no matilha.[23] Luke encontrou-se tendo uma longa noite com os "filhotes" depois.

Pouco antes de uma reunião do Conselho de emergência convocada por Alec, Magnus chamou Luke e Raphael para seu loft e os convenceu a aceitar o acordo da Rainha: proteção em seu reino para seus respectivos grupos – a matilha de Luke e o clã de Raphael – do desejo destrutivo de Valentim pela morte de todas as criaturas de sangue demoníaco, em troca de sua lealdade e interrupção de sua cooperação com os Caçadores de Sombras. No momento em que foram à reunião, Luke e Raphael já haviam concordado, e a Rainha falou por todos eles e recusou seu pedido de ajuda. Ele pediu desculpas a Alec, Jace e Clary sobre como as coisas aconteceram, mas todas as partes concordaram que enquanto Valentim fosse pego, tudo bem. Clary pediu que Luke não morresse enquanto tentasse parar Valentim.

A Rainha lhes deu instruções para despachar seus próprios seguidores para caçar Valentim e foram proibidos de compartilhar detalhes com os Caçadores de Sombras. Luke fez Maia dizer aos outros para espalhar a notícia para outros grupos sobre a caçada a Valentim e Jonathan.

TMI220promo SQueen, Luke & Simon 01

Simon depois se aproximou dele e disse que Maia estava desaparecida.[28] Simon suspeitou que ela havia sido levada pela Rainha, e quando eles foram a Corte para procurá-la, a Rainha se recusou a cooperar para sua libertação. Eles então descobriram que ela tinha feito um acordo com Valentim pelas costas. Luke ameaçou contar ao Submundo da cidade sobre sua traição e foi procurar por Maia nos Bosques Vagos, nocauteando os Cavaleiros Seelie que tentaram atrapalhar. Eles se encontraram no mesmo momento que Simon e a Rainha, que fizeram um acordo secreto para a liberdade de Maia.

Após a derrota de Valentim nas mãos de Clary, uma festa foi realizada no Hunter's Moon em comemoração.[29]

Sem o conhecimento dele, Ollie plantou uma câmera escondida no Jade Wolf cerca de uma semana antes e ouviu seu discurso sobre a matilha.[23] Firme em sua crença em suas descobertas, Ollie confrontou Luke na festa e perguntou-lhe há quanto tempo ele era um lobisomem.[29]

Protetor

TMI301promo Luke & Ollie 05

Luke negou as descobertas de Ollie no início e afirmou que a "matilha de Nova York" a que ele se referia era uma gangue de motociclistas. Ele tentou evitá-la, mas Ollie não desistiu e, incessantemente, ligou para ele antes de finalmente ir ao Jade Wolf para confrontá-lo novamente. Ela disse a ele sobre ser arranhada por um lobisomem quatro anos antes, mas Luke ainda negava ser um lobisomem e a existência do Mundo das Sombras, sugerindo que ela precisava de ajuda para tirá-la de suas costas. Quando Ollie encontrou-se em perigo devido a um encontro com um humano possuído, Luke a salvou, mostrando-lhe sua forma de lobo, e mais tarde finalmente admitiu tudo para ela.[30]

Enquanto eles investigavam a série de assassinatos na cidade,[31] Luke tentou avisar Ollie, que estava ansiosa para fazer algo sobre seu novo conhecimento sobre o Mundo das Sombras, sobre os perigos que vinham com isso.[32]

Quando Cleo finalmente conseguiu escapar do Ciclo após a derrota de Valentim, Luke deixou que ela ficasse em sua fazenda, esperando que isso a ajudasse do jeito que o ajudou décadas antes, mas não soube dela desde então.[5] Enquanto isso, Luke foi forçado a pedir a Simon que deixasse a casa de barcos ao lado do Jade Wolf quando seus lobisomens se preocupavam com sua presença tornou-se real depois que uma força misteriosa de Simon quase paralisou Glenn,[32] para o desapontamento de Maia. Na esperança de ajudar Simon, Luke entrou em contato com o Praetor Lupus.[33]

TMI306 Maryse & Luke 01

Durante uma viagem em uma noite para o Hunter's Moon, Luke encontrou os Lightwood bebendo. Ele cumprimentou Maryse, que acabara de ser destituída de suas runas e exilada, e os que estavam na mesa silenciosamente concordaram em deixar os dois sozinhos. Luke tentou dar a Maryse algum conforto e conselhos sobre o ajuste à vida como algo diferente de um Caçador de Sombras. A dupla se aproximou e foi interrompida apenas pela chegada de Ollie, que transmitiu um avanço na investigação. Ele então recebeu um telefonema de Clary que lhe disse para encontrar Jace. Eles o acharam tarde demais, já que a Coruja já havia possuido Ollie.[34]

Luke imediatamente ligou para a namorada de Ollie, Sam, e disse-lhe para sair do apartamento, caso Ollie fosse até ela para sacrificá-la por Lilith. Apesar do avisar Sam, Ollie foi atrás e matou sua própria mãe. Sam então confrontou Luke sobre seu desaparecimento, suspeitando que o Mundo das Sombras estava envolvido, e o deu um tapa com raiva.

TMI307 Luke v Ollie 01

Em um esforço para encontrá-la, Luke seguiu a pista sobre a qual Ollie o informou na noite anterior e pediu para Simon, cuja Marca iria protegê-los, acompanhá-lo. Uma vez lá, eles encontraram o altar de Lilith e depois Ollie, que atacou Luke por invadir a terra de sua "mãe". Luke tentou alcançar Ollie, sem sucesso; ela estava completamente encantada com o poder de Lilith. Ela pretendia matá-lo, mas parou quando eles ouviram os gritos de Lilith, e Luke se juntou a Simon, cuja Marca acabara de pulverizar dois dos seguidores de Lilith em sal.[6]

Depois que eles foram contar aos outros, Luke soube que Clary tinha se entregado à Clave para dar tempo a eles para encontrar uma maneira de libertar Jace de sua possessão. Luke tentou encontrar notícias sobre Clary, e foi finalmente através do contato de Maryse que eles descobriram que ela estava em julgamento.

Desesperado, Luke decidiu tirá-la do Gard; inicialmente planejando recrutar a ajuda da matilha de lobisomens de Brocelind, Maryse o convenceu a desistir disso.[35] Luke então reuniu sua matilha e deu-lhes suas ordens, mas Russell – aparentemente apoiado por muitos dos membros remanescentes – mais uma vez questionou suas ordens, desta vez com mais respeito do que quando ele o desafiou pela primeira vez. Russell simpatizava com Clary, mas ele apontou que eles também eram da família, e que as ordens de Luke não estavam mais no melhor interesse da matilha e eles, na verdade, arriscariam suas vidas. Ele o fez escolher entre Clary e a matilha, e Luke saiu, embora isso significasse perder a matilha.

Luke preparou armas e equipamentos e foi para o loft de Magnus na esperança de pedir-lhe um Portal fora de Alicante, mas foi interceptado por seus colegas detetives Mendez e Greer, que o levaram para a delegacia.[36]

TMI310 Luke v Dwyer 02

Luke entregando seu distintivo e arma.

Lá, ele foi interrogado por seu tenente, que o informou que ele estava, novamente, sendo investigado por Assuntos Internos. Luke usou a desculpa de que ele estava tendo problemas familiares e que sua filha Clary precisava dele, mas tudo o que ele estava dizendo era usado contra ele: o súbito matricídio e desaparecimento subsequente de sua parceira, o desaparecimento de seu último parceiro, a morte da tenente anterior e o desaparecimento do cadáver do suspeito em sua morte, e até mesmo Clary aparentemente desaparecendo da existência devido a sua ausência de suas atividades mundanas. Devido à circunstância, Luke foi incapaz de dar uma resposta que satisfizesse o tenente e passou a dizer que, se tivessem provas contra ele, ele daria uma declaração e ligaria para seu representante sindical. Ele viu Maryse esperando por ele do lado de fora e correu para longe, e o Ten. Dwyer o suspendeu.

Maryse informou a ele que Clary estava fora do Gard, mas foi resgatada por Jace para que Lilith pudesse usá-la para um ritual. Com a ajuda dos outros e o sangue que Clary intencionalmente deixou para eles encontrá-la, eles rastrearam Clary em um prédio mundano – o novo esconderijo de Lilith tinha como objetivo protegê-la usando os mundanos sem conhecimento como um obstáculo. Eles se juntaram a Alec, Isabelle e Simon.

TMI310 Luke, Izzy vs disciples 02

Lucas e Isabelle observam os discípulos possuídos caírem no chão.

Depois de disparar alarmes para tirar os mundanos do prédio, eles atraíram os discípulos mundanos e possuídos de Lilith e ele e Isabelle trabalharam juntos para combatê-los, não letalmente, sabendo que os mundanos ainda podiam ser salvos. Eles lutaram contra eles e derrubaram alguns, comprando tempo suficiente para Simon fazer algo sobre Lilith, mas, com seu armamento limitado, tiveram pouca chance quando alguns dos demônios deixaram os corpos dos mundanos até Jace chegar e matá-los. Eventualmente, a luta parou quando os demônios que os possuíam foram banidos depois que Simon foi capaz de usar a Marca em Lilith, liberando os mundanos, incluindo Ollie, de seu domínio sobre eles.[37]

Personalidade e Traços

Luke prefere resolver problemas conversando sobre eles ao invés de encorajar conflitos e arriscar o derramamento de sangue, bem como investigar adequadamente antes de tomar decisões precipitadas. No entanto, ele não hesita em enfrentar adversários e em punir aqueles que cruzam uma linha, mesmo que eles signifiquem algo para ele.

Sendo Alfa de sua matilha, Luke mantém um ar de autoridade e controle. Ele também tem instintos paternos com os Submundanos mais jovens, tendo guiado vários para se encontrarem, e cuida de Clary e Simon como uma figura paterna.

Ele fica irritado por pessoas cutucando o nariz onde não deveriam, e quando as pessoas arriscam a vida dos outros sem pensar. Luke irá recorrer à força se isso significa impedir que alguém faça algo com quem ele discorda, ou acredita que irá colocar muitos em risco.

Competências e Habilidades

  • Licantropia: Como um lobisomem, Luke possui a capacidade de se transformar em um lobo. Ele também mantém a força e velocidade aumentadas, movimento gracioso, e cura acelerada, quer enquanto em sua forma humana ou quando transformado.

  • Pontaria: Como um detetive da polícia, Luke tem uma excelente visão e pontaria com a arma.
  • Especialidade em combate corpo-a-corpo: Luke é altamente qualificado em combate desarmado.

  • Fisiologia Nephilim: Quando era Nephilim, Luke possuia uma variedade de capacidades físicas e mentais melhoradas concedidos a ele pelo sangue do anjo Raziel em suas veias e também pelas marcas angelicais do Livro Gray. Ele também tinha o poder de realizar tarefas exclusivas para a espécie, como a capacidade de usar e chamar o poder dos anjos para as lâminas serafim. Isso inclui maior força, velocidade, agilidade, resistência e coordenação, que melhora ao longo do tempo e prática.
  • Magia Rúnica:Como um ex- Caçador de Sombras, Luke já foi capaz de usar runas, que lhe concedia várias habilidades sobre-humanas e outros efeitos variados que serviam para beneficiar o utente. Desde que se tornou um Submundano, no entanto, as marcas Nephilim em seu corpo perderam seus efeitos, e Luke não pode mais suportá-las.
  • Esgrima: Luke era eficiente na arte da luta com espadas.

Aparições

Aparições da Primeira Temporada: 12/13
The Mortal Cup:
Aparece
The Descent Into Hell Isn't Easy:
Aparece
Dead Man's Party:
Ausente
Raising Hell:
Aparece
Moo Shu to Go:
Aparece
Of Men and Angels:
Aparece
Major Arcana:
Aparece
Bad Blood:
Aparece
Rise Up:
Aparece
This World Inverted:
Aparece
Blood Calls To Blood:
Aparece
Malec:
Aparece
Morning Star:
Aparece
Aparições da Segunda Temporada: 19/20
This Guilty Blood:
Aparece
A Door Into the Dark:
Aparece
Parabatai Lost:
Aparece
Day of Wrath:
Aparece
Dust and Shadows:
Aparece
Iron Sisters:
Aparece
How Are Thou Fallen:
Aparece
Love is a Devil
Aparece
Bound by Blood:
Aparece
By the Light of Dawn:
Aparece
Mea Maxima Culpa:
Aparece
You Are Not Your Own:
Aparece
Those of Demon Blood:
Aparece
The Fair Folk:
Aparece
A Problem of Memory:
Aparece
Day of Atonement:
Aparece
A Dark Reflection:
Somente mencionado(a)
Awake, Arise, or...:
Aparece
Hail and Farewell:
Aparece
Beside Still Water:
Aparece
Aparições da Terceira Temporada: 21/22
On Infernal Ground:
Aparece
The Powers That Be:
Aparece
What Lies Beneath:
Aparece
Thy Soul Instructed:
Aparece
Stronger Than Heaven:
Aparece
A Window Into an...
Aparece
Salt in the Wound:
Aparece
A Heart of Darkness:
Aparece
Familia Ante Omnia:
Aparece
Erchomai:
Aparece
Lost Souls:
Aparece
Original Sin:
Aparece
Beati Bellicosi:
Aparece
A Kiss From a Rose:
Aparece
To the Night Children:
Aparece
Stay With Me:
Aparece
Heavenly Fire:
Ausente
The Beast Within:
Aparece
Aku Cinta Kamu:
Aparece
City of Glass:
Aparece
Alliance:
Aparece
All Good Things...:
Aparece

Galeria

Veja mais aqui

Curiosidades

  • A versão de Luke na dimensão alternativa é uma referência a profissão de Luke nos livros.
  • Diferenças do livro:
    • Luke é um detetive, ao contrário de ser um dono de livraria nos livros.

Referências

Esta página utiliza conteúdo de uma página da Shadowhunters on Freeform Wiki. A lista de autores pode ser vista no histórico da página.

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.