FANDOM


Temos a eternidade. Vai aprender a me amar como o amo.

–Heidi para Simon Lewis, Familia Ante Omnia

Heidi McKenzie era uma vampira. Anteriormente uma garota mundana que frequentava tocas de sangradores, Heidi foi morta com sangue de vampiro em seu sistema e foi transformada para servir como experimento.

Biografia

História

Heidi não tinha um relacionamento particularmente bom com a família dela.[1] Quando ela tinha 16 anos, ela foi a uma toca de sangradores pela primeira vez,[2] procurando por uma maneira de fugir dos problemas. Ela ficou imediatamente viciada e tornou-se obcecada com a ideia de se tornar uma vampira.[1]

TMI215 Heidimon06

No final de 2016, ela viu o vampiro Quinn entrando com o visitante estreante Simon Lewis e se aproximou deles. Quinn os apresentou, e Heidi mordeu o lábio, fazendo-o sangrar para atrair Simon. Embora inicialmente hesitante, Simon cedeu e os dois permaneceram juntos e foram para o lado de fora, onde ela continuou a deixar Simon se alimentar dela.

Depois de seu tempo com Simon, Heidi cruzou com Quinn. Ele se alimentou dela, através de seu tornozelo, e foi incapaz de controlar sua fome até que, aparentemente acidentalmente, drenou todo seu sangue e a matou. As impressões digitais de Simon foram encontradas em seu bracelete e ele se tornou o principal suspeito da investigação da polícia sobre o assassinato. Simon retornou a toca dos sangradores na esperança de lembrar se ele matou Heidi e se entregou a Detetive Ollie que chegou ao local, mas Simon percebeu que ela foi morta por Daniel e o matou quando ele se recusou a assumir a responsabilidade. O líder do Clã de Vampiros do Brooklyn, Raphael Santiago, então utilizou encanto em Ollie para que ela fechasse o caso, dizendo que seu verdadeiro assassino havia desaparecido e fazendo-a esquecer Simon.[3]

Transformada para Testes

Raphael, no entanto, não deixou Heidi para simplesmente morrer. Heidi acabou com sangue de vampiro em seu sistema, então quando ela morreu, ela se tornou uma noturna. Raphael resgatou-a de seu túmulo e ajudou-a durante a transição e desde então a manteve no porão do Hotel Dumort. Heidi levou sua Transformação de forma positiva, animada com a perspectiva de ser uma vampira, e muitas vezes importunou Raphael sobre querer ver seu criador, Simon, enquanto Raphael continuava a insistir que ela ainda tinha alguns ajustes para fazer.[2] Heidi agarrou-se a sua primeira impressão de Simon quando eles se encontraram na toca de sangradores, esperançoso de que ele se importasse com ela.[4]

TMI301 Raphael UV 01

Raphael queimando Heidi.

Enquanto isso, ela também foi submetida aos experimentos de Raphael, na esperança de descobrir como ser um Diurno como Simon.[1] Ele a queimou com luz UV, mantendo-a sedada com raiz de dagget – um tranquilizante de vampiro.[5] Heidi ficou mais inquieta com o tempo, desesperada para ver seu criador novamente. Ela ameaçou Raphael, e Raphael a fez acreditar que ele estava deixando-a ir antes de drogá-la novamente. Quando Raphael saiu do hotel, Heidi aproveitou a oportunidade e escapou.[2]

Depois de sair, Heidi sentiu sua sede de sangue e foi para um caminhão da unidade de doação de sangue para obter alguns sacos. Ela primeiro roubou sacos de sangue, mas decidiu se alimentar do trabalhador mundano a bordo do caminhão. Ela o drenou seu sangue e o matou, mas, aparentemente ao lembrar de Raphael, ela decidiu transformá-lo.

Obsessão por Simon

TMI304 Heidi at Simon's 01

Heidi na cama de Simon.

Ela então se dirigiu para casa de barcos de Simon, na esperança de vê-lo, mas foi recebida por Raphael em seu lugar. Heidie foi capaz de lutar contra ele e derrubou-o com raiz de dagget. Como vingança por ter sofrido com seus experimentos, ela acorrentou Raphael em um telhado para ser queimado pelo sol assim que ele se ergue-se. Enquanto isso, o homem que ela transformou e enterrou no porão do prédio foi morto pelos Caçadores de Sombras que também libertaram Raphael mais tarde.[1]

TMI306promo Izzy & Heidi 02

"Você não o merece."

Heidi não parou de tentar perseguir Simon. Usando o telefone de Raphael, ela o levou para seu novo esconderijo. Embora Simon tenha sido simpático com ela e se ofereceu para estar lá quando ela precisasse dele, ele se afastou quando Heidi tentou beijá-lo e explicou que ele tinha uma namorada. Heidi fingiu entender, mas o seguiu para descobrir quem era a garota. Ela o encontrou no Hunter's Moon e viu Isabelle Lightwood dando-lhe um beijo e a confundiu com sua namorada. Ela confrontou Isabelle do lado de fora do banheiro, mas não teve chance contra a Caçadora de Sombras, embora Simon tenha chegado a tempo de impedir Isabelle de matá-la ou levá-la para dentro e atacá-la.

Simon a acompanhou de volta ao seu esconderijo, e ela teve a impressão de que ele estava do lado dela, apenas para ser emboscada por membros da Praetor Lupus que a sedaram e algemaram para mantê-la sob controle. A Praetor foi destinada a ajudá-la,[4] e eles a mantiveram trancada na Casa da Pretor em Long Island por um tempo,[6] mas seus Praetors foram mortos por Jace alguns dias depois. Jace a colocou em um saco e levou-a para Lilith.

TMI309 Dinner01

"Hora de um bom e velho jantar em família."

Simon: "Então, qual é seu plano? Eu me alimento da minha família, e depois?"
Heidi: "E então estaremos livres para começar uma nova vida juntos."
―Heidi e Simon, Familia Ante Omnia

Lilith manipulou Heidi para ir atrás da família de Simon, convencendo-a de que sua família sabia que ele era um vampiro, e elas o rejeitarem, os forçariam a ficar juntos. Lilith também avisou Heidi para não atacar Simon, pois isso acionaria sua Marca. Heidi amarrou a família dele e cortou a pele de Rebecca para fazê-la sangrar. Simon a provocou, trazendo o seu passado, mas Heidi lembrou-se do aviso de Lilith e riu disso. Para finalmente conseguir o que ela esperava, ela libertou Rebecca e a deixou ir para Simon, e quando o faminto Simon finalmente se alimentou de sua irmã, Heidi foi embora.[7]

Jordan Kyle iniciou uma busca por Heidi com a Praetor e um grupo dedicado a capturá-la foi formado. Eles a seguiram até os esgotos uma noite onde ela acabara de se alimentar de um mundano. Heidi matou um praetor chamado Nick, renovando a determinação de Jordan em caçá-la. Heidi foi para o Hotel Dumort, agora sob a liderança de Griffin, por proteção, mas foi rejeitada por suas ações passadas.

Heidi decidiu virar os vampiros e lobisomens uns contra os outros, começando usando encanto em uma garota chamada Nora e deixando-a como uma pista para a praetor seguir; a mulher disse a eles que Heidi estava sendo protegida pelo clã de vampiros do Brooklyn, fazendo com que Jordan e a Praetor invadissem o Hotel em busca dela. Heidi voltou depois e convenceu-os a atacar os lobisomens no Jade Wolf como vingança.[6]

Todos nesta sala devem ficar orgulhosos... orgulhosos de se chamarem de vampiros. Se isso deixa as pessoas com medo, então deixe-as ficar com medo. Nunca devemos nos envergonhar de quem somos. Os dias de serem trancados acabaram. Se eles não nos deixarem entrar, nós arrombaremos a porta. Qualquer um que esteja em nosso caminho enfrentará as consequências. O Submundo é nosso para tomar. Caçadores de Sombras tiveram seu dia ao sol, mas nossa noite... chegou. É nossa hora de governar. Aos Filhos da Noite!

–Heidi reunindo vampiros do clã do Brooklyn, To the Night Children

Heidi deixou o trabalho sujo para os outros vampiros para que ela pudesse reivindicar inocência após o incidente. Depois de celebrar com os vampiros, Heidi, ao descobrir que Maia e Jordan sobreviveram ao ataque e eram, assim, testemunhas contra ela, foi para o Instituto de Nova York e acusou Griffin, Joshua, Elle e alguns outros no ataque aos lobisomens em troca de absolvição por seus crimes passados. Ela retornou ao hotel e declarou que eles deviam ter um traidor no meio deles, mais uma vez alegando inocência.

TMI315 Heidi dying 01

Heidi secando enquanto morre pela ingestão de água benta.

Ela também foi até Nora, sendo alguém que podia testemunhar contra os Caçadores de Sombras e a hipnotizou para ela parar de respirar. A garota foi salva pelos médicos e mais tarde por Magnus Bane, no entanto, e foi capaz de dar a Alec a evidência que ele precisava para acusá-la. Maia, no entanto, resolveu lidar ela mesma com a situação e confrontou Heidi. Na briga que se iniciou, Heidi mordeu Maia, sem saber que a última tinha água benta em suas veias, matando-a quase instantaneamente.[8]

Aparições

Aparições da Segunda Temporada (2B): 1/20
Mea Maxima Culpa:
Ausente
You Are Not Your Own:
Ausente
Those of Demon Blood:
Ausente
The Fair Folk:
Ausente
A Problem of Memory:
Aparece
Day of Atonement:
Ausente
A Dark Reflection:
Ausente
Awake, Arise, or...:
Ausente
Hail and Farewell:
Ausente
Beside Still Water:
Ausente
Aparições da Terceira Temporada: 7/22
On Infernal Ground:
Aparece; eclipsado
The Powers That Be:
Ausente
What Lies Beneath:
Aparece
Thy Soul Instructed:
Aparece
Stronger Than Heaven:
Aparece
A Window Into an...
Aparece
Salt in the Wound:
Somente mencionado(a)
A Heart of Darkness:
Ausente
Familia Ante Omnia:
Aparece
Erchomai:
Somente mencionado(a)
Lost Souls:
Somente mencionado(a)
Original Sin:
Ausente
Beati Bellicosi:
Aparece
A Kiss From a Rose:
Somente mencionado(a)
To the Night Children:
Aparece
Stay With Me:
Somente mencionado(a)
Heavenly Fire:
Aguardando anúncio
The Beast Within:
Aguardando anúncio
Aku Cinta Kamu:
Aguardando anúncio
City of Glass:
Aguardando anúncio
Alliance:
Aguardando anúncio
All Good Things...:
Aguardando anúncio

Trivia

  • Heidi é uma personagem original criada para a série, mas seu papel é um pouco semelhante ao que Maureen Brown tinha nos livros.[9][10]

Referências

Esta página utiliza conteúdo de uma página da Shadowhunters on Freeform Wiki. A lista de autores pode ser vista no histórico da página.

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.